Bioestimulador ou ácido hialurônico?

Bioestimulador ou ácido hialurônico?

O mais indicado nos tratamentos faciais é bioestimulador ou ácido hialurônico? Saiba quando cada um deles é indicado.

Por onde começar o tratamento da face: bioestimulador ou ácido hialurônico?

Bioestimulador ou ácido hialurônico, por onde começar o tratamento da face? Essa é uma pergunta comum dos pacientes que vêm pela primeira vez.

 

E a resposta é: depende. Para definir qual será o tratamento adotado, é preciso avaliar como está a pele do paciente. 

 

De forma geral, quando a perda de estrutura da face é o que mais está impactando o processo de envelhecimento, a primeira opção é o preenchimento com ácido hialurônico. 

 

Mas, quando o paciente apresenta flacidez em toda a face, associada a uma perda de volume e da diminuição da espessura da pele, a opção é pela aplicação de bioestimulador. 

 

Neste caso, temos a opção tanto do ácido polilático quanto da hidroxiapatita de cálcio. Ambos também têm uma ação de preenchimento, além do estímulo de colágeno. 

 

Um tratamento não contraindica o outro, ou seja, eu posso começar com um deles e finalizar e manter o resultado com o outro. 

 

Porém, a ordem dos dois procedimentos é fundamental para que o paciente tenha um bom resultado e, principalmente, para que esse resultado seja natural.  

 

Vale lembrar que são tratamentos que também podem ser indicados para áreas corporais. 

 

Então, se a flacidez está incomodando você ou se tem notado uma perda de volume e de estrutura na pele, agende a sua avaliação, nós vamos traçar o melhor plano de tratamento para o seu caso. 

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin