Como tratar gordura localizada sem cirurgia?

Como tratar gordura localizada sem cirurgia?

Conheça o tratamento que congela a gordura, facilitando sua eliminação pelo organismo

O acúmulo de gordura localizada é uma das queixas que eu mais recebo aqui na clínica, de pacientes que vêm em busca de tratamento. 

E por falar nisso, nós temos diversas opções, que podem, inclusive, ser associadas. 

Mas hoje eu quero destacar uma tecnologia inovadora, desenvolvida em Harvard, capaz de eliminar quase 30% do número de células de gordura da área tratada com apenas uma aplicação. 

A criolipólise é eficaz para eliminar aquela gordura que, mesmo com dieta e exercício físico, a gente não consegue diminuir. 

E que tal aumentar sua massa muscular sem esforço e com ótimos resultados? Clique AQUI e conheça outra tecnologia, que estimula o desenvolvimento da musculatura. 

 

 

Como funciona a tecnologia? 

Essa tecnologia utiliza o resfriamento controlado para atacar e destruir apenas as células de gordura, sem causar danos ao tecido em seu entorno ou mesmo à pele. 

Nas semanas seguintes à sessão, o organismo processa a gordura e elimina as células mortas naturalmente.

O melhor é que essas células adiposas são eliminadas de forma definitiva, ou seja, elas não vão voltar a acumular gordura. Esse processo é chamado apoptose. 

O melhor resultado do tratamento a gente consegue observar em dois a três meses após a sessão e ele pode ser feito em diversas áreas corporais: 

  • abdômen;
  • braços;
  • coxas;
  • flancos;
  • costas;
  • gordurinha do sutiã;
  • papada. 

É um procedimento não invasivo e é comum que os pacientes retornem às atividades normalmente após a sessão, ou seja, é uma excelente indicação para o paciente que tem gordura localizada e não quer realizar um tratamento cirúrgico, como a lipoaspiração.

Por isso, se você tem uma ou mais áreas com gordura localizada que a dieta e os exercícios não conseguem eliminar, agende a sua avaliação e venha saber se a criolipólise é uma boa indicação no seu caso. 

 

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin