Skip to content Skip to footer

Padronização nos tratamentos faciais

Como fugir da padronização dos tratamentos estéticos e do medo de ficar caricato?

Saiba como tratar a face, ter um bom resultado e fugir da padronização

Muitos pacientes de primeira vez relatam que protelaram demais os tratamentos faciais com medo da padronização, medo de ficarem caricatos, parecidos com alguém famoso ou com uma amiga. 

 

Essa padronização tem deixado as pessoas sem identidade, sem naturalidade e transformado sua face, fazendo com que percam suas características naturais. 

 

Por isso, quando o paciente vem ao consultório pela primeira vez, ainda que traga referências, como fotos do que ele gostaria de obter com os tratamentos, é muito importante o profissional se conectar com ele e transmitir qual a ideia de beleza que ele tem. 

 

Além disso, é importante falar sobre os resultados possíveis também, para transmitir confiança. Não se pode prometer algo que não se pode alcançar. 

 

Muitas vezes a pessoa estava caminhando bem com seu envelhecimento, mas, em algum momento, perdeu a mão nos tratamentos e ficou com uma imagem artificial. 



Como encontrar o equilíbrio e fugir da padronização? 



É importantíssimo encontrar o equilíbrio, buscar a melhor versão em cada fase da vida, mantendo a beleza e a saúde da pele. 

 

Para isso, é fundamental criar uma conexão entre o paciente e o profissional, seja um cabeleireiro, maquiador, personal trainer ou médico. Os objetivos precisam ser iguais. 

 

Acima de tudo, é necessário que seja um profissional capacitado tecnicamente, experiente, mas que também tenha uma identificação com você, sua personalidade, a motivação por trás do desejo de realizar tratamentos. 

 

Tudo isso é fundamental para que você tenha os melhores resultados, mantendo a naturalidade, suas melhores características e longe dos exageros.

Então, se você tem se incomodado com os sinais do envelhecimento, deseja tratar, mas ainda tem resistência, por medo de um resultado muito artificial, agende a sua consulta e vamos conversar pessoalmente sobre isso.

Mediante uma avaliação cuidadosa e muita conversa, é possível saber quais os melhores tratamentos para as suas queixas. Venha!  

Leave a comment

0.0/5