Pescoço: você tem tratado essa área?

O pescoço também envelhece e costuma ser esquecido nos cuidados diários. Saiba como tratar essa área.

Pescoço também envelhece e precisa de cuidados

Você cuida do seu pescoço? Se você já tem o hábito de cuidar do rosto, então você também precisa cuidar do seu pescoço e do colo. 

 

Eu já falei sobre o colo e as opções de tratamento para essa área e hoje vou focar no pescoço e nos melhores tratamentos para rejuvenescer essa área. 

 

Pescoço é uma área que não pode ser esquecida de ser tratada diariamente pelo paciente em casa e deve fazer parte dos programas de tratamento de rejuvenescimento também. 



Avaliação médica 

 

Existem vários tratamentos que a gente pode indicar o ideal e para isso é necessário se fazer uma avaliação correta de cada caso. 

 

Quando a gente avalia o paciente, a gente já percebe se ele tem ou não indicação de aplicação de toxina botulínica no platisma, que é um músculo que se insere no colo e que justamente abraça o terço inferior do rosto e leva esse terço inferior para baixo. 

 

Então quando a gente avalia o pescoço e nota que o paciente tem o platisma muito forte, o ideal é já começar o tratamento bloqueando essa musculatura, para deixar o contorno da mandíbula mais definido e diminuir essa tração que o músculo faz trazendo o rosto para baixo. 



Ultrassom microfocado 

 

Além disso, o ultrassom microfocado é indicado para quem já tem uma perda do contorno do rosto. 

 

Ele faz um estímulo do colágeno muito profundo, na fáscia muscular, na derme e na derme mais superficial. 

 

A gente já vê um resultado imediato de contração da fáscia muscular, mas o melhor resultado acontece em dois meses. 

 

E o melhor é que esse tratamento não tem down time, não tem tempo de recuperação.

 

Geralmente se o pescoço é uma área mais envelhecida, eu indico 3 sessões, com intervalo de 2 meses entre elas. 

 

Se o paciente tem uma flacidez leve, somente um tratamento durante um ano é suficiente. 



Injetáveis 

 

Além disso as aplicações de skinbooster, que o ácido hialurônico não reticulado para hidratação dessa área, tem um resultado muito satisfatório, principalmente com pacientes que tem a pele dessa área mais fina. 

 

Isso a gente observa quando faz uma prega no pescoço e ela demora a voltar ao estado de relaxamento normal. 

 

Se o paciente tem aquela as linhas horizontais muito marcadas, podemos preencher linha por linha e esse tratamento que tem bastante duração. 



Microagulhamento robótico 

 

Já se o paciente tem essa pele mais fina, associada também a flacidez, um tratamento que eu gosto bastante é o microagulhamento com radiofrequência. 

 

As agulhas penetram na pele e geram uma reação de cicatrização que estimula colágeno, que vai fazer com que a sua pele produza colágeno novo. 

 

E nesse microrganismo robótico, além desse estímulo de colágeno, as agulhas são revestidas por ouro e levam a energia da radiofrequência exatamente para dentro da derme. 

 

Esse calor gerado pela radiofrequência faz uma lesão, que também favorece a produção de colágeno novo. 


Existem várias opções, cada caso é um caso.

O ideal é que você comece a tratar logo essa área, quando perceber que ela está envelhecendo, justamente para você ter indicação de fazer menos procedimentos e para que os resultados sejam mais satisfatórios. 

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Fechar Menu