Tratamentos para a região íntima feminina

Tratamentos para a região íntima feminina

A região íntima feminina também envelhece e sofre alterações. Saiba o que pode acontecer e quais são os tratamentos indicados para essas queixas.

Região íntima feminina envelhece e pode ser tratada 

A área íntima feminina também passa por um processo de envelhecimento a partir dos 30 anos e acaba sofrendo diversas alterações, tanto estéticas quanto funcionais. 

Apesar de ser mais comum em mulheres em fase de climatério, algumas podem sentir um aumento da flacidez na região íntima após o parto, ainda que em fases mais jovens. 

Mas existem diversos tratamentos para embelezar e rejuvenescer essa região, abrangendo a vulva, os grandes lábios, os pequenos lábios e a vagina.

Quando o rejuvenescimento íntimo é indicado?

  • Escurecimento da pele da vulva e da virilha;
  • Falta de lubrificação vaginal;
  • Afinamento da pele da vagina;
  • Dor na relação sexual;
  • Ressecamento vaginal;
  • Hipertrofia de pequenos lábios;
  • Assimetria de pequenos lábios;
  • Incontinência urinária leve;
  • Aumento da frequência urinária;

Como tratar? 

Por exemplo, se o objetivo for o clareamento, podemos fazer peelings, laser Q-switched, ND Yag e até o microagulhamento robótico, por meio do qual podemos, inclusive, melhorar a flacidez da região. 

Além disso, a radiofrequência monopolar é indicada para o rejuvenescimento da área externa e também do canal vaginal. 

Também podemos aplicar bioestimuladores de colágeno, para melhorar a flacidez dos grandes lábios. 

Por fim, o preenchimento com ácido hialurônico nos ajuda a corrigir assimetrias. 

Então, se você tem queixas relacionadas à sua região íntima, agende uma consulta, vamos avaliar o que está acontecendo e indicar os melhores tratamentos para que você tenha mais autoestima e qualidade de vida.

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin