Pálpebras: como tratar a flacidez?

A área dos olhos é a primeira a apresentar os sinais do envelhecimento. Saiba como tratar a flacidez das pálpebras e usas consequências.

Pálpebras caídas e olhar cansado têm tratamento?

As pálpebras, com o envelhecimento, podem apresentar flacidez. O olhar fica mais triste, caído. 

 

De fato o olhar é a parte mais expressiva de comunicação do nosso rosto e é uma das primeiras que começa a envelhecer.  

 

É muito comum o paciente chegar aqui na clínica percebendo que olhar está mais triste, que a sobrancelha está mais baixa, que a pálpebra inferior tem mais linhas e mais rugas, dando um aspecto de cansaço. 

 

Isso começa a incomodar principalmente quando a mulher não consegue mais disfarçar essas questões com maquiagem. 



Avaliação individualizada

 

Quais são as opções de tratamento que a gente pode oferecer para o paciente quando essa flacidez é leve a moderada? 

 

Para o paciente ter um resultado satisfatório é necessária uma avaliação correta, para que a gente possa traçar exatamente o melhor programa de tratamento para o grau de flacidez que ele apresenta. 

 

O que é avaliado? 

  • o posicionamento da sobrancelha, 
  • o grau de flacidez da pálpebra superior,
  • a bolsa da pálpebra inferior,
  • flacidez da pálpebra inferior,
  • rugas da pálpebra inferior. 

 

É comum os pacientes começarem os tratamentos para flacidez facial com aplicação de toxina botulínica. 

 

Isso mantém o paciente satisfeito durante muito tempo, só que depois, mesmo aplicando a toxina ao redor dos olhos, ele percebe que a flacidez da pálpebra não melhora e fica cada vez mais evidente. 

 

Então o programa de tratamento que a gente indica para o paciente depende do grau de flacidez, do fototipo e também do tempo de recuperação que ele tem para fazer o tratamento. 



Tratamentos 

 

Existem tratamentos que não tiram o paciente da rotina, não tem downtime. São eles:

– ultrassom microfocado,

– radiofrequência monopolar, 

– aplicação de fios de PDO.

 

Também existem tratamentos com um tempo de recuperação maior e que a gente prefere fazer fora do verão como, por exemplo, laser de CO2 fracionado, laser de erbium fracionado e mais recentemente a tecnologia de plasma fracionado, tanto para pálpebra superior quanto para pálpebra inferior. 

 

É muito importante avaliar também se o paciente tem indicação de preenchimento da goteira lacrimal. 

 

Quando há uma depressão nessa área, o excesso de pele acaba piorando a flacidez. 

 

O ácido hialurônico não só preenche, mas também estimula muito o colágeno nessa área. 

 

Se o paciente tem bastante linhas, mesmo fazendo aplicação da toxina, principalmente nessa área ao redor da pálpebra, a gente pode também lançar mão do skinbooster. 

 

Ele não é um preenchedor, é o ácido hialurônico não reticulado que vai reforçar a estrutura da pele e melhorar as rugas mais profundas, sem precisar a lançar mão somente da toxina para melhorar a contração dessa área.

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Fechar Menu