Olheiras têm tratamento?

As olheiras são uma queixa recorrente no consultório. Conheça os diferentes tipos e as nossas opções de tratamento para elas.

Olheiras: tipos, causas e tratamentos

Você tem olheiras? Durante o dia todo você fica com aspecto de cansada? Você acorda e a primeira coisa que faz é passar corretivo?

 

As olheiras são uma queixa muito comum entre os pacientes, principalmente porque o olhar é muito importante. 

 

Quando a gente olha para uma pessoa, para a face de uma pessoa, em 3 segundos o ideal é que a gente foque nossa atenção no olhar e não na olheira. 

 

Ela causa aquele aspecto de cansaço, mesmo se a pessoa estiver descansada, não estiver estressada, ela já acorda com aquele aspecto de cansaço constante. 



Olheira pigmentar

 

Olheira pigmentar ou olheira melânica é aquela por pigmento marrom e é muito característica de algumas raças. 

 

Nesse caso o tratamento ideal seria o creme em casa e a gente pode associar com tecnologias como o laser q-switch e a luz intensa pulsada. 



Olheira vascularizada 

 

O segundo tipo de olheira é aquela mais arroxeada, mais vascular, em que os vasos dessa área são dilatados e existe acúmulo de um outro tipo de pigmento que não é a melanina, é a hemossiderina que é um pigmento que contém ferro e que está dentro do nosso sangue. 

 

Geralmente os pacientes que têm esse tipo de olheira são aqueles com alguns histórico de alergia respiratória.

Aquele que tem rinite alérgica, sinusite, desvio de septo, que é respirador bucal e não respira bem pode usar creme em casa e fazer tratamento na clínica, com associação de luz intensa pulsada e laser q-switched, mas nesse caso ele deve também buscar um tratamento com um alergista, para tratar a causa que alergia respiratória. 



Envelhecimento

 

O outro tipo de olheira muito comum é aquela que o paciente nunca teve, mas que, com o processo de envelhecimento, ele começa a perceber que o olhar está ficando mais cansado. 

 

Nesse caso as principais causas são a perda de estrutura da face, do terço médio, e a reabsorção óssea da região periorbitária. O paciente de tem uma depressão pela perda de estrutura nessa área ao redor da olheira e sem suporte ela fica mais escura. 



Olheira multifatorial 

 

O quarto tipo de olheira é aquela que não tem só uma causa, mas é multifatorial. Nesse caso a gente deve associar todos os outros tratamentos que eu mencionei. 

 

Então se você tem olheiras ao invés de só de focar em disfarçá-las com o uso de corretivos, o ideal é tratar causa. 

 

Procure um médico de confiança e faça o tratamento mais adequado para o seu caso. 

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Fechar Menu