Flacidez corporal: como tratar o abdômen?

A flacidez de abdômen é a campeã de queixas aqui na clínica. Saiba como tratar!

Flacidez corporal é campeã de queixas no consultório

Flacidez corporal é uma das principais queixas aqui na clínica, principalmente no abdômen, quando o paciente percebe que tem alguma coisa diferente, porque o umbigo está ficando com aspecto mais triste, meio caído.

Por que a flacidez aparece?

Com o próprio processo de envelhecimento há uma diminuição de colágeno na pele, isso a partir dos 30 anos, de cerca de 1% ao ano. E o colágeno é a proteína que sustenta a nossa pele.

Além disso, algumas pessoas têm uma tendência genética maior para ter flacidez. São pacientes que relatam ter a mãe ou o pai com uma pele bem mais flácida.

E existe também o componente racial. Quanto mais branca a pele, maior a tendência dessa pele ficar mais flácida.

Fatores que pioram a flacidez

Existem fatores que pioram essa flacidez.

O efeito sanfona classicamente piora a elasticidade da pele, principalmente quando o paciente emagrece muito e num curto espaço de tempo.

Uma outra situação que favorece a flacidez é a gestação. Quanto mais a paciente engordar durante a gestação, mais flácida ela vai ficar depois que o bebê nascer.

Ainda existe um fator que piora a flacidez, no qual ninguém presta muito atenção e é essencial, é fundamental, é o principal fator de envelhecimento da pele que é a exposição solar.

Muitas vezes a paciente começa a se expor mais ao sol para ficar mais bronzeada e camuflar a flacidez, só que a médio e a longo prazo essa flacidez piora muito pela exposição solar.

Essa piora é notada principalmente na parte do joelho, coxa, braços e colo.

Uma outra situação que piora o aspecto da flacidez da pele é a flacidez muscular.

Quanto menos tônus muscular o paciente tem, mais evidente fica a flacidez da pele.

Alterações hormonais como, principalmente, a menopausa aumentam muito a flacidez e o ressecamento da pele também.

Como tratar?

Existem diversas opções de tratamentos para a flacidez corporal.

Mas é importante lembrar que se for uma flacidez muito severa, a indicação é ir diretamente para o cirurgião plástico e fazer uma cirurgia.

Os tratamentos que a gente mais realiza aqui na clínica são:
– radiofrequência monopolar;
– ultrassom microfocado;
– aplicação de bioestimuladores;
– skinboosters.

A gente pode associar vários desses tratamentos, de acordo com o tipo e o grau de flacidez que o paciente apresenta.

Se a flacidez corporal já te incomoda, o ideal é começar o tratamento agora, já pensando no verão.

Isso porque os melhores resultados para tratamentos que fazem estímulo de colágeno na pele começam a aparecer a partir de 6 a 8 semanas do início do tratamento.

Entre em contato e agende a sua avaliação!

Compartilhar:

Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Fechar Menu